Versão turbo tem preço a partir de R$ 43.490 chegando a R$ 50.000 na série especial Speed

A versão turbinada do mais novo compacto da Volkswagen produzido no Brasil, o Up TSI, é 28% mais potente, com 105 cavalos, tem torque 62% maior, 16,8 kgfm, e chega com a missão de melhorar o desempenho do carro em todos os sentidos, na estrada e no mercado. 

Com preços que vão de R$ 43,5 mil (a partir da versão Move Up, que ficou R$ 3.100 cara do que o MPI aspirado) a cerca de R$ 50 mil, a estimativa é que o TSI represente 30% dos emplacamentos do Up, já levando em conta que a opção turbo deve roubar alguns negócios do resto da linha.

Galeria de fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Desempenho superior é a principal diferença que o Up! TSI pode oferecer para convencer novos clientes a pagar mais pelo modelo. De resto o carro mantém as mesmas qualidades das versões equipadas com motor aspirado, incluindo a boa eficiência energética que garantiu nota A na avaliação do Inmetro – no TSI foi medido consumo energético de 1,44 megajoules por quilômetro, o melhor nível registrado até agora no País, equivalente ao consumo combinado estrada/cidade de 10,2 km/l com etanol e 14,8 km/l com gasolina E22.

Up-Speed-2016-(20)

Por fora o carro cresceu imperceptíveis 40 mm para abrigar o motor ligeiramente maior com o turbocompressor e radiador do intercooler. As únicas diferenças visuais são a sigla TSI e a tampa traseira na cor preta.

Up-Speed-2016-(22)

O motor turbinado estará disponível para todas as versões do Move Up! para cima, que já tem pacote de equipamentos bastante completo, incluindo ar-condicionado, direção elétrica e acionamentos elétrico de vidros, travas e retrovisores. As opções topo de linha Red, White e Black passam a ser vendidas somente com turbo, não usarão mais o aspirado MPI.

Up-Speed-2016-(9)

Um pouco mais diferente, cara e completa (o único opcional é a central multimídia com navegador, por R$ 1,4 mil) será a série especial topo de linha Speed Up, feita especialmente para abrigar o motor turbo sob o capô com mais propaganda externa. A versão é oferecida somente na cor branca, com teto preto e faixas azuis nas laterais e nos retrovisores – a cor é para lembrar o conceito de eficiência Think Blue da Volkswagen. Também tem rodas de liga leve exclusivas, interior revestido em preto e bancos de vinil. O Up TSI chega às concessionárias a partir da segunda quinzena de agosto.

A série especial Speed Up foi criada especialmente para ser a versão topo de linha do compacto turbinado da Volkswagen: por quase R$ 50 mil, tem pacote completo de equipamentos, pintura branca com teto preto e duas faixas laterais azuis, retrovisores também pintados em azul, rodas de liga leve com desenho exclusivo para o modelo e o interior é todo revestido em preto.

Veja os preços das versões TSI do Up!:

• Move Up! TSI: R$ 43.490
• Cross Up! TSI: R$ 47.030
• High Up! TSI: R$ 48.040
• B/R/W Up! TSI: R$ 48.690
• Speed Up! TSI: R$ 49.990

Além do mercado brasileiro, o Up TSI também será vendido na Argentina e Uruguai, para onde as outras versões já são exportadas, e até o fim do ano o México e outros países sul-americanos passam a ser novos destinos para o compacto.

Up-Speed-2016-(2)

Lançado no mercado brasileiro em março de 2014, o Up tem preços altos em relação ao que oferece e à concorrência. Com isso, até agora o desempenho comercial do compacto está abaixo do que a Volkswagen esperava. Foram pouco menos de 60 mil unidades emplacadas no ano passado e o modelo foi apenas o 16º veículo leve mais vendido do País. No primeiro semestre deste ano foram 27,8 mil emplacamentos, apontando para resultado pior. A fabricante, no entanto, destaca que atualmente a participação de mercado do Up, de 2,9% das vendas totais de automóveis, está melhor do que os 2,4% registrados em 2014.

A versão turbo tem papel importante nessa estratégia, para tentar “despopularizar” a imagem do modelo e agregar mais valor. Em nenhuma peça publicitária será dito que o Up TSI tem motor de 1 litro. 

Up-Speed-2016-(12)

A mistura de potência com a eficiência trazida pelo turbocompressor torna possível a figura de linguagem. Com isso, ele estima que o mix de vendas do modelo também deve se deslocar para cima. Hoje 60% dos emplacamentos estão concentrados na versão de entrada Take Up!, que não terá a opção turbo. A chegada do TSI, portanto, tem potencial para aumentar a demanda a partir do intermediário Move Up.

Up-Speed-2016-(14)

O TSI prova que performance e eficiência não são opostos e podem conviver em harmonia. O Up TSI é o primeiro carro nacional com motor turbo e injeção direta fabricado no Brasil. O motor três-cilindros com bloco e cabeçote de alumínio é também o primeiro turbo de 1 litro usado pela Volkswagen em todo o mundo – na Europa o Up usará a versão 1.2 do TSI. O propulsor foi desenvolvido pela engenharia brasileira da empresa com tecnologia flex, que permite rodar com etanol ou gasolina.